Arrays nunca mais

Augusto Pascutti bio photo By Augusto Pascutti Comment
Não vou falar nenhuma novidade, muito menos pregar um conceito alienígena. Arrays são um câncer dentro de um sistema. Porquê? * Não possibilitam validação nem formatação * São extremamente genéricos * Não servem para documentação (Exprimente usar classes e uma IDE) h2. Não possibilitam validação nem formatação Se você trabalha já com objetos, porquê regredir e começar a usar arrays? Regredir sim. Veja o exemplo a seguir:

_path = $s;
    }

    public function getPath() {
        return $this->_path;
    }
}
?>
Não sei se você nota a riqueza que utilizar classes lhe proporciona. Mas logo de cara, sabemos que uma instância da classe _Arquivo_ poderá possuir um atributo contendo o _path_ daquele arquivo. Note também que a maioria das coisas é auto explicativa. Você não precisa ler muito código para chegar a conclusão que essa classe representa um arquivo e irá conter informações sobre ele. Agora se quiséssemos algo parecido mas utilizando array, poderíamos fazer assim:


Bem menos código certo? Alguns podem argumentar que usar arrays também é mais rápido que utilizar objetos *mas garanto a você que a diferença de performance é extremamente ridícula* (coloco benchmarks aqui mais tarde). O problema de utilizar arrays é que você joga fora tudo o que você determinaria numa classe. As informações que aquele pedaço de memória variável pode ter e obviamente as possíveis validações. Quem garante que os outros programadores irão enviar um array bem formatado? Um comentário dentro do código?! Te garanto que não. Com o tempo você aprende a se defender com o efeito do "programador filho-da-puta". Desculpa a agressão, mas a intenção é essa mesma. Acredite, usuários são um inferno na terra? São. Programadores são piores! h2. Conclusão Esqueça essa história de que arrays são mais rápidos que objetos. Eles são? Sim. Essa diferença de performace vai fazer com que sua aplicação melhore ou que seu usuário note alguma diferença? Não. Não sacrifique a estabilidade do seu software ou a manutenção dele em troca de poucos milesegundos. A não ser, claro; que você trabalhe no Facebook ou no Yahoo, tendo que lidar com milhares de requisições por segundo.
comments powered by Disqus