Resumo do mês (Abril)

Augusto Pascutti bio photo By Augusto Pascutti Comment

Seguindo a idéia dos posts mensais de resumo sobre o que aconteceu no PHP, segue o resumo do mês de Abril. Mais uma vez ressalto que se esqueci de alguma coisa podem me avisar pelos comentários ou pelo @augustohp para que possamos manter isso o mais informativo possível.

Desenvolvimento do PHP

  • Planejando a 5.4: Começou o planejamento pro que (idealmente) será a versão 5.4 do PHP. O processo todo, apesar de algumas coisas já possuírem patches e inclusive estarem no trunk ainda são discutíveis, ou seja, não necessariamente estarão na nova versão;
  • Buss do Estado do Desenvolvimento do PHP: Um pouco de background a todos é útil, aqui vai. É relativamente comum ver por aí pessoas reclamando da PEAR/PECL pelos mais variados motivos. O que começou como mais uma sabatina a PEAR/PECL (ambas possuem a mesma base de trabalho, o gerenciador de pacotes) acabou virando uma discussão maior e óbvio o assunto de fork do PHP veio a tona. Se você quiser se interar um pouco mais do assunto, aqui vai uma lista de posts a respeito disso:

Ferramentas

  • MySQL 5.6: Finalmente uma versão que não é (quase) só balela. Corre lá e da uma olhada no que tem de novo, mas pra mim a mais importante foi a adição do checksum na replicação de dados. Enfim, se fosse comentar só as novidades dessa versão do MySQL, certeza eu tenho que dariam alguns dois ou três posts relativamente grandes.
  • MySQL Sandbox:: Ta aí uma ferramenta que eu não conhecia. Ela nada mais é do que um instalador de MySQL que permite que você instale várias instâncias numa mesma máquina. Nada que não fosse possível antes, mas é uma ajuda muito bem vinda uma vez que as instâncias insaladas por ele são gerenciadas por ele mesmo. Agora fica fácil você exprimentar a replicação do MySQL.
  • Behat: É uma ferramenta BDD que te ajuda escrever testes de uma forma muito mais natural do que Testes Uniários. Altamente inspirada no Cocumber do Ruby.
  • Internet Explorer 10: Preview do navegador da Microsoft, seguindo o fluxo de mudanças do IE9.
  • Opera 11: Saiu uma nova versão do navegador que era meu navegador de escolha antes do Chrome. Ainda vale a olhada e o uso.

Posts

  • PEAR channnel aggregator: Um POST que saiu das brasas da discussão de fork do PHP que citei acima. Um canal único para PEAR já facilitaria muito o uso para pessoas que não estão acostumadas com a arquitetura de funcionamento da PEAR.
  • Discussão do Mime-Type do PHP: Nada muito sério, porém um post extreamente interessante.
  • MAC vs PC: Gráfico ressantando as diferenças de gosto de usuários MAC e PC. No mínimo interessante.

Palavras finais

O mês de abril passou e foi coroado pela queda da PSN (alguém lembra de algo tão sério quanto isso na história da Internet?) e pelas discussões acerca da PEAR. Pra mim a PSN que se exploda, mas a parte de gerenciamento de pacotes no PHP muito me interessa.
A PEAR existe a muito tempo, a maioria dos pacotes são compatíveis com PHP 4 (o que é horrível) e o uso não é muito claro pra quem não a conhece. Apesar de ser simples (nada muito diferente de um apt-get, yum) não se vê a utilização em massa dela. Um centro de distribuição de pacotes/aplicativos já se provou ridiculamente superior (AppStore) ao famoso Google-For-It e simplificar o uso dela ou criar algo mais simples com certeza ajudaria muito o ecossistema do PHP.
Só quero deixar algo claro: criar um gerenciador de pacotes não é brincadeira de criança muito menos coisa que se faça em um mês. A versão nova da PEAR (Pyrus) na minha opinião gerencia dependências melhor do que qualquer outro gerenciador que eu estudei (Rybu Gems e NPM) e é extremamente fácil criar um pacote para ser distribuído via PEAR. A parte chata está sempre em manter um channel da onde isso possa ser baixado.
Existiu durante muito tempo em minha cabeça a idéia de que a PEAR deveria morrer e algo novo surgir. Com o Pyrus (PEAR2) acho isso extremamente desnecessário, na minha opinião o que falta agora é a comunidade abraçar o projeto (ele já tem um relacionamento estrito com o PHP e é muito mais abrangente do que qualquer idéia nova que vá surgir) e tornar a PEAR 2 uma realidade. Um agregador de canais seria útil? Sem dúvida, mas tem muita questão de segurança envolvida nisso e uma implementação a altura do PHP e seu uso é bem mais complexa do que a grande maioria vêm julgando.
Pessoal da PEAR e do PHP pode ser chato em relação a isso, pode. Mas eles não estão errados. Vide PSN.

Concluindo? Quer uma dica? Vai brincar com o MySQL novo e o suporte nativo a memcached.

comments powered by Disqus